Exército e PRF liberam pontos de protesto e caminhões voltam a trafegar na Dutra

Exército e PRF liberam pontos de protesto e caminhões voltam a trafegar na Dutra

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que foram liberados todos os pontos onde haviam manifestação às margens da Dutra na região do Vale do Paraíba. A desmobilização foi feita na manhã desta quarta-feira (30) em uma operação da PRF e do Exército.

Com a ação, os caminhões voltaram a circular em todo o trecho do Vale, sem interrupções. A informação foi divulgada na manhã desta segunda, após intervenções nos principais pontos da região – Jacareí e Caçapava.

De acordo com a CCR NovaDutra, concessionária que administra a rodovia, há poucos veículos nos pontos antes considerados de protesto, mas por problemas mecânicos.

A paralisação durou dez dias e a rodovia chegou a ter 12 pontos com aglomeração de manifestantes. Na maior parte dos dias, o fluxo na rodovia fluía, mas com bloqueio aos caminhoneiros. Havia pontos de protesto em Jacareí, Caçapava, São José dos Campos, Pindamonhangaba e Lorena.

Nesta manhã, 1,8 mil militares fizeram um corredor de segurança para garantir a passagem de caminhões nos pontos de bloqueio e a liberação aos que desejavam deixar o movimento.

Em cerca de seis horas, a maior parte dos pontos de concentração havia se dissipado e caminhões voltavam a circular na região.

O Exército informou que vai permanecer com ações de segurança nas rodovias até segunda-feira (4).

Abastecimento

Os postos voltam lentamente a receber combustível e os supermercados estão recebendo estoques. No Ceagesp, os primeiros carregamentos, depois de mais de uma semana chegaram – a previsão é de que o atendimento seja normalizado na próxima quarta-feira (6).

Sem a circulação de caminhões, a região passou por desabastecimento de combustível e alimentos. Várias cidades reduziram a frota do transporte coletivo, supermercados limitaram o volume de produtos por cliente e as feiras foram esvaziadas sem a entrega de produtos.

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.