O turismo rural em Taubaté

O turismo rural em Taubaté

Senac Taubaté dá dicas de como desfrutar das belezas rurais da região

 

Uma coisa é certa: o Vale do Paraíba é rico em suas possibilidades de turismo, principalmente aquele que oferece cheiro de terra molhada, belíssimas paisagens naturais e um típico café caipira. O turismo rural proporciona ao turista uma vivência em que ele não seja um mero expectador de sua viagem, mas sim o protagonista, vivenciando experiências rurais no meio ambiente natural, participando de diferentes atividades agropecuárias, culturais e gastronômicas.
 
O município de Taubaté tem um papel de destaque no cenário de turismo regional. Terra de muitas histórias e culturas, a cidade é reconhecida pelo pioneirismo do movimento tropeiro, pela beleza e fantasia eterna das obras de Monteiro Lobato, pela dignidade e astucia de Mazzaropi (o maior representante do homem caipira), pelo trabalho das figureiras e o Pavão, símbolo do folclore paulista, entre tantos outros.
 

Foto: almanaqueurupes

Maria Lúcia de Paiva, docente da área de turismo do Senac Taubaté, comenta que a zona rural do município é extremamente rica em história e cultura, principalmente pelos ciclos do ouro e café, sendo reconhecida como rota de transporte de ouro das Minas Gerais e fazendas que ainda conservam antigas instalações.
 
“A Rota Tropeira de Taubaté, por exemplo, teve fundamental importância nesse período pela implantação de inúmeros arrieiros, domadores, ranchos de tropas que serviram de apoio ao processo. Ressalta-se também a grande quantidade de capelas rurais no município, que são 44 e que foram importantes pontos no desenvolvimento local ao celebrarem festas e eventos no calendário oficial do município”, explica Maria Lúcia.
 
Atualmente, alguns passeios neste segmento rural são altamente procurados por turistas na cidade, como é o caso do Sertões de Taubaté, que mensalmente leva inúmeros turistas à zona rural do município.
 
“Observa-se, ainda, uma grande quantidade de proprietários rurais interessados em melhorar as perspectivas de renda, utilizando-se do modo de vida tão valorizado hoje pelo homem urbano. Várias atividades podem ser desenvolvidas na área rural e podem valorizar os recursos naturais, contribuir para a melhoria da agropecuária por meio da visitação e do contato do turista com as atividades, resgate da história por meio de passeios, cavalgadas, turismo ecológico, entre outros, trazendo o desenvolvimento social e econômico importante para a área rural”, complementa a docente.

Segundo o Ministério do Turismo (2014), o turismo rural é uma forma de o produtor aumentar sua fonte de renda e de agregar valor aos seus produtos, além dos moradores urbanos encontrarem e reencontrarem raízes, conviverem com a natureza, com os modos de vida, tradições, costumes e com as formas de produção das populações do interior. Dessa forma, procurar uma capacitação em turismo rural pode ser uma oportunidade de emprego no Vale do Paraíba e de preservação da cultura tradicional caipira.
 
Para quem quer começar a trabalhar nessa área, o indicado é que procure cursos de capacitação junto à comunidade rural. “Conhecer um pouco mais sobre turismo é primordial, pois existe todo um trabalho de planejamento, pesquisa e infraestrutura necessários para iniciar o processo. Depois é necessário criar rotas e roteiros para viabilizar as visitações e proporcionar segurança e facilidades ao turista, além de condições de sustentabilidade à região. Não podemos simplesmente levar visitantes e turistas que venham a comprometer os patrimônios históricos e naturais da região”, finaliza a docente.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.