Wow Nutrition, dona da Sufresh, pede recuperação judicial para evitar falência

Wow Nutrition, dona da Sufresh, pede recuperação judicial para evitar falência

Wow Nutrition, dona de marcas como Sufresh, Feel Good e Soyos, entrou nessa semana com pedido de recuperação judicial para evitar uma falência e garantir a continuidade das operações. O pedido contempla a renegociação de uma dívida de R$ 392 milhões.

Em comunicado, a empresa informou que o pedido de recuperação foi protocolado em Caçapava (SP) no último dia 14 de junho, após a Secretaria da Fazenda do Governo do Estado de São Paulo ter bloqueado no dia 1º de junho a emissão de notas fiscais, impedindo o funcionamento da empresa.

“Como sequência a esse bloqueio, não houve opção, senão pedir a Recuperação Judicial, de forma a prosseguir com as operações da Wow, mantendo os mercados abastecidos e preservando empregos diretos e indiretos em sua cadeia produtiva em São Paulo e em todo o Brasil”, informou.

Entre as razões para a elevação do endividamento e dificuldade para honrar os pagamentos, a empresa citou a queda das vendas de bebidas nos últimos dois anos. “No ano passado, a principal categoria para a empresa, composta pelos néctares de frutas, encolheu 27%”, destacou.

“A redução do volume de vendas, a elevação de custos causada por aumento de dólar e quebra de safras de frutas afetaram negativamente a geração de caixa da companhia. Esse cenário foi agravado pelo aumento expressivo da taxa de juros para patamares proibitivos, combinado ao ambiente restritivo de crédito”, acrescentou.

A companhia, com fábrica no interior de SP, atua nos mercados de bebidas, nas categorias de Sucos, Néctares, Chás, Soja e outras, no segmento Diet & Light nas categorias de Adoçantes, Achocolatados, Sobremesas e também em Nutrição Infantil.

Caso a Justiça aceite o pedido, a lei permite que empresas em recuperação judicial suspendam o pagamento a credores por 180 dias e, nesse período, suas dívidas não podem ser executadas.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.